• Equipe Beleza Saúde

Move 50mg ajuda na recuperação das articulações ocasionadas pela osteoartrite

Excesso de atividade física e sedentarismo são os principais fatores de risco para lesões nas articulações


A corrida de rua é um esporte que vem ganhando novos adeptos todos os dias. Bastando um calçado que respeite o tipo de pisada e uma roupa confortável, é possível percorrer quilômetros de asfalto nas ruas e nos parques espalhados pela cidade.


A Federação Paulista de Atletismo publicou um relatório estatístico de campo que aponta um crescimento tímido mas ascendente no número de participantes de corrida nos últimos anos. Em 2016, 906.930 mil corredores compareceram em 424 provas realizadas. Já em 2017, de janeiro a dezembro, 435 provas foram promovidas com 922.870 mil participantes. Ou seja, um crescimento de 1,75% no número de corredores em comparação ao ano anterior. O numero de provas também aumentou em 2017, com elevação de 2,59%.


Sabe-se que essa prática esportiva traz resultados significativos em curto espaço de tempo - o metabolismo se acelera, promovendo rápida queima de gorduras corporais, desenvolvimento muscular e aumento da oxigenação no cérebro - e vem ganhando novos adeptos diariamente. Porém, sem o devido acompanhamento de um profissional esportivo, o novo atleta pode comprometer as articulações dos membros inferiores, gerando quadros graves de osteoartrite - também conhecida por "artrose".


Para a Sociedade Brasileira de Reumatologia, "a osteoartrite é um dos casos de reumatismo mais frequentes, representando cerca de 30 a 40% das consultas em ambulatórios de reumatologia (..). É uma doença que se caracteriza pelo desgaste da cartilagem articular e por alterações ósseas (..). A nutrição de uma articulação depende de sua atividade dentro dos limites fisiológicos. Portanto, a atividade funcional de uma junta é fundamental para a sua saúde. A inatividade excessiva (sedentarismo) é nitidamente prejudicial".


Se a atividade excessiva é prejudicial, o sedentarismo é ainda mais. O sedentarismo atrofia a musculatura, sobrecarregando as articulações em decorrência do sobrepeso. A osteoartrite é responsável por 7,5% dos afastamentos do trabalho. Caracterizada por intensa dor, a doença é degenerativa e tende a comprometer as tarefas mais básicas do dia-a-dia.


Existem medicamentos que ajudam a combater as dores nas articulações. Combinados com repousos, recuperação fisioterápica e prática de exercícios moderados, o paciente pode ter melhoras consideráveis ao longo do tempo, promovendo qualidade de vida, disposição diária e excelentes resultados corporais.


O Move 50mg é um anti-inflamatório que age sobre a dor nas articulações. Ele libera a IL6 (citocina produzida pelos macrófagos ativos e por linfócitos "T" - glóbulos brancos responsáveis pela defesa do organismo), estimulando específicos receptores da membrana das células, estimulando os linfócitos "B" (que constituem o sistema imunitário contra doenças) e a IL13 (que estimula a formação de fibrose, sintetizando colágeno).


Esse anti-inflamatório inibe a TNF-a ("fator de necrose tumoral"), uma citocina capaz de provocar a morte de células tumorais, além de ação pró-inflamatória secretado pelos macrófagos - que cooperam com os linfócitos "T". Além disso, o Move 50mg possui 20% de "Boswellia Serrata", uma planta de origem asiática que contém ácidos capazes de inibir a enzima 5-Lipoxigenese, responsável pela produção excessiva de leucotrienos, lipídios que participam nos processos de inflamação aguda, aumentando o edema da zona afetada.


Para aliviar as dores e ajudar no tratamento fisioterápico, é recomendado o uso do anti-inflamatório Move 50mg em cápsulas duas vezes ao dia, uma pela manhã e uma à noite. Antes de iniciar qualquer tratamento medicamentoso, a avaliação médica é imprescindível.




184 visualizações
  • Ícone do Instagram Cinza
  • Ícone do Facebook Cinza

© 2019 por Beleza Saúde. Orgulhosamente criado com Wix.com