• Equipe Beleza Saúde

Verrugas: Saiba como se formam, quais os principais tipos e como tratá-las

Verrugas são lesões formadas sobre a pele. Têm relação com o vírus Papilomavirus Humano, conhecido popularmente por HPV

Embora outras alterações na pele sejam confundidas com “verruga”, saber diferenciá-las das demais é essencial para obter o tratamento condizente. Somente assim será possível a normalização estética da epiderme e a prevenção do câncer.


Veremos a seguir como as verrugas se formam, apresentando seus tipos, como evitá-las e as formas de tratamento.


Verrugas ou Pintas?


É comum confundir pintas com verrugas. As pintas são tumores pequenos e classificadas como benignas. Associadas com as células que produzem a pigmentação da pele, a melanina, as pintas se formam durante o início da fase adulta.


Quando surgem pintas sobre a pele, percebe-se alterações na textura e na coloração desta lesão – geralmente de cor escura e saliente. O principal fator de ocorrência da pinta é a exposição direta da pele aos raios solares. Região do pescoço, rosto e ombros são as partes com a maior presença de pintas e de manchas.


As verrugas podem surgir em qualquer parte do corpo. Apresentam-se na forma de pequenos caroços indolores que brotam sobre a epiderme - a camada de pele exposta ao ambiente. Em muitos casos, as verrugas desaparecem naturalmente e sem a necessidade de algum tipo de intervenção médica.


Manifestação das Verrugas


Relacionadas com o vírus Papilomavirus Humano (HPV), doença sexualmente transmissível (DST) as verrugas podem aparecer nas mãos, nos pés, no rosto e nos órgãos genitais.


O HPV é transmitido entre pessoas pelo contato físico e no compartilhamento de objetos pessoais, bastando uma pequena ferida como porta de entrada para o contágio.


A baixa imunidade do organismo colabora para a erupção das verrugas.


Tipos de Verrugas e como tratá-las


Existem tipos específicos de verrugas. Podem variar de formato e de local de manifestação.

Se as verrugas surgirem em determinados pontos do corpo e os órgãos genitais mantiverem a aparência estética normal, elas não serão consideradas DST's. Neste caso, o contágio se deu por outro tipo de vírus.


A avaliação médica dermatológica é imprescindível diante de qualquer alteração atípica na pele. Os tipos mais comuns de verrugas são:


Comuns


Forma arredondada e saliência áspera. Não possui uma coloração especifica.

Manifestam-se nos dedos, nas mãos, nos cotovelos e membros inferiores, como o joelho. São benignas e podem ocorrer desde a infância.


"Olho de Peixe"


Aparecem nas solas dos pés. São frequentemente associadas aos calos.

Saliência áspera e coloração acinzentada. A erupção ocorre na parte mais profunda da pele e o tratamento exige um cuidado maior. Entretanto, são benignas.


Achatadas e Amarelas


Esse tipo de verruga é achatada e amarela. Pode acometer a região da face, impactando na beleza do rosto.


Geralmente surgem mais de uma verruga e também são benignas.


Finas


Com textura fina, esse tipo de verruga é muito comum em idosos com imunidade baixa.

A aparência remete a um "fio" e podem se manifestar em qualquer parte do corpo, mas nesse tipo é comum no rosto, na região dos olhos - pálpebras - e no pescoço.


Periungueais


Também se assemelham as verrugas comuns, mas as erupções ocorrem na região das unhas, especificamente em seu entorno.


Subungueais


Aqui, as verrugas surgem em baixo das unhas.

Esmaltes podem mascarar as verrugas, mas fisicamente são perceptíveis e nota-se algum tipo de alteração na pele.


As unhas crescem fora do padrão e neste caso é aconselhável a opinião do dermatologista.


Anogenitais


As verrugas se originam na região genital e estão associadas com as DST's.

Também podem se manifestar na região da boca e na parte interna dos órgãos genitais, exigindo a opinião médica de urologista ou ginecologista.


Não são malignos, mas na ausência de tratamento médico as verrugas podem se espalhar para outros órgãos, contribuindo para o câncer uterino e do pênis.


Podofilina


Existem diversas formas de tratar as verrugas.

O especialista poderá removê-la através de curetagem, aplicação de ácido, congelamento da verruga ou de excisão.


Em razão de sua variedade e padrões de manifestação é possível a automedicação após consulta médica.


Neste caso a Podofilina é uma medicação anti-verrugas de uso tópico, isto é, aplicada sobre a verruga na pele.


Constituída por seiva de plantas de origem sul-americana, a Podofilina age diretamente no núcleo da verruga impedindo a progressão das células.


Com o devido tempo de administração a verruga diminui, dando lugar ao nascimento de novas células saudáveis.


Antes de aplicar a medicação, o paciente deve realizar a higienização da verruga e da área em volta da lesão com água e sabão.


Para saber mais sobre esse medicamento, entre em contato conosco.

0 visualização
  • Ícone do Instagram Cinza
  • Ícone do Facebook Cinza

© 2019 por Beleza Saúde. Orgulhosamente criado com Wix.com